Pages

sexta-feira, 13 de maio de 2011







"É... mas tenho ainda muita coisa pra arrumar

Promessas que me fiz e que ainda não cumpri

Palavras me aguardam tempo exato pra falar

Coisas minhas talvez você nem queira ouvir...





Sinuoso é o que escrevo porque são linhas do que tento decodificar. Palavras me agravam, e não necessariamente somente as que eu registro, mas também as que a mim são ditas e as que para mim falo secretamente.  É preciso força para encarar a realidade, por que ela ofende , maltrata e julga. Não é simples conviver com a dor, porque se acostuma. Quando existe o hábito, existem também as penitencias. Quando levo a vida nas costas sinto um pesar e um descontentamento. Ontem descobri que a minha covardia não é mistério pra mim, não é mistério pra ninguém. Meus esconderijos já foram encontrados e não há mais razões para camuflagens.  Sinto que preciso viver com candura e com força, sabendo que os instantes podem ser cítricos e doce. Eu estou precisando cuidar melhor de mim mesma, não de uma espécie egoísta, só preciso salvar-me desta estação que às vezes volta para me maltratar.  É necessário amar a própria vida para amar as outras. É preciso coragem para amar assim como é preciso avaliar melhor o que estamos amando. É preciso tirar a vida das costas e coloca-la a minha frente mãos para melhor enxerga-la.





... Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora...
"



Composição : Ana Carolina / Totonho Villeroy



8 comentários:

  1. adoroo como escreves aki...
    é linda essa musica de Ana Carolina..sou super fã...rsrrs
    belíssimo post.

    tenha um lindo fds

    ResponderExcluir
  2. Suas palavras sempre tão diretas... Sempre tão espelho...

    E eu muda.

    Permaneço estagnada com sua vida-poética.


    Beijo Amiga Alma!

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Menina, sua prosa poética me estagnou. me rendeu!

    me deixou tão encantada que o preço que pagará e me ter por aqui sempre, a rondar palavras tão equilibradas e bonitas!

    Um carinho meu,
    Mell

    ResponderExcluir
  4. Bruna:

    Li um livro recentemente chamado "Quem me roubou de mim" do Pe Fabio de Melo e em um trecho ele diz algo mto especial que digo á vc: "não procure a pessoa ideal, procure a pessoa certa". Quanto mais criamos a falsa idéia de perfeição mais sofremos. Seja generosa com vc e não exija tanto de si mesma. Beijoooooos e lindo fim de semana,

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  6. Oiiie!
    Chegando e me instalando por aqui...

    Gostando de tudinho que li aqui!

    Beijos iluminados

    fique a vontade caso queira Iluminar Comigo, será bem vinda:
    http://lainefreitas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Conheci esse blog a pouco tempo, um tanto por acaso, mas te digo que não foi por acaso que continuo lendo ele. Parece um pouco de exagero dizer isso, mas acho que gostei de cada detalhe. O estilo, as citações e principalmente os textos e temas que aqui aparecem.

    Um poeta, não me lembro do nome dele, escreveu que o escritor cumpre o seu papel quando o leitor sente como se o texto tivesse sido retirado de seus próprios pensamentos (nem de longe foi com essas palavras, mas com esse significado). Acho que você cumpre o seu como escritora muito bem.

    No mais, parabéns pelo blog e continue a escrever tão bem assim.

    ResponderExcluir

On line

Pesquisar este blog

Postagens populares

Total de visualizações de página