Pages

sábado, 19 de janeiro de 2013

Este meu lugar.




"Pra falar verdade, às vezes minto
Tentando ser metade do inteiro que eu sinto
Pra dizer as vezes que às vezes não digo
Sou capaz de fazer da minha briga meu abrigo"

Teatro Mágico - Cuida de mim. 




Nesta manhã eu estava sentada de frente para o mundo e tive a sensação de que todas as coisas estavam imóveis, e eu...
Apenas eu  me movia de um lado para o outro.  

Este meu lugar de grito, de eco, de solidão.

Meu ser saltava de um lado para o outro. Uma parte dele parecia estar presa em algum lugar de modo que não permitia o total desprendimento... Sei lá...coisa de não deixar ir.
Existia apenas, um pequeno espaço de liberdade, mas era rápido, tonto e difícil. Complicado compreender que há possibilidades de voar, mas não tem condições alguma para o voo. 

Este meu lugar de perguntas, dúvidas e confusão.

Quando terei? Quando enredar todas as minhas penas nesse lado que não me deixa ir?
PENAS! Quantas tenho de mim!?

Antes, eu adormecia toda vez que arriscava esquecer o que me acarinhava; Agora não mais, agora rasgo as horas para encontrar o que perdi...

Neste lugar que não deveria ser meu. 

Bruna F.



2 comentários:

  1. ESsa música do teatro mágico fala muito por mim, e como vejo por vc tbm! rsrs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. A música é linda, a imagem escolhida também.
    Ah! A tal da saudade que sempre nos prega peças, coloca pulgas nas nossas orelhas e não tem quem as tire.
    "Sofro"/Vivo desse bem! ;)
    Senti falta de passar por aqui e me deparo com algo que estou vivenciando!
    E mesmo sendo de tempos atrás.
    Um beijo saudoso!

    ResponderExcluir

On line

Pesquisar este blog

Postagens populares

Total de visualizações de página