Pages

domingo, 21 de março de 2010

Palavra




"Minha liberdade é escrever.
A palavra é o meu domínio sobre o mundo."
Clarice Lispector


Escrever é terapia! Sento em meu próprio divã, me conto em letras e canção. Psicóloga de mim... Me apresento como tal, me auto-reconheço em um único espaço em várias multiplicidades, completamente complexa em meus assuntos mais profundos, emergida em segundos na reflexão dos fatos antes não explorados. Tão pouco sei me explicar, quanto a me entender. Me disseram que estou poética ultimamente... se de minha vida fiz arte em cor de versos, melhor assim;Se sou vista como poesia então que meus leitores mais assíduos me descreva. Tenho uma certeza e nela não há segredo algum, os versos mais bonitos não sou eu quem escrevo, apenas sigo o script na inspiração mais verdadeira. Nas linhas mais ridículas escrevo por conta própria , firmemente num rascunho em letras maiores, em rasuras de pequenos conteúdos. As leituras mais interessantes são as que misturam o belo e o insano, atraentes como em folhetim. Às vezes me sinto caminhando em letras, pisando em palavras sutilmente, forçando-as para não perder uma letra. Palavra, parecem serem trazidas na chuva, derrubadas das mais altas arvores pelo vento numa tempestade de sentimentos e emoções, conservadas profundamente porém sem ser exploradas. Derrepente, de forma arrebatadora foi manifestando na urgência de expelir num texto sem final. Num conto de histórias vivas, num canto de arte, nas páginas intactas e em movimento.


Bruna Fávaro




Um comentário:

  1. *-*
    Coooorta! hahahaha
    Perfeito bru, curti demais esse texto :D
    Se continuar assim vai dar o que falar o/

    =*

    ResponderExcluir

On line

Pesquisar este blog

Postagens populares

Total de visualizações de página